6 Dicas para  NÃO comeres em excesso á noite

Antes de começar, vamos falar sobre o título: “comer em excesso”, não “comer”. Se estás a ler este artigo, é muito provável que saibas ao que me estou a referir.

Acabas de jantar ás 20h e por volta das 22h, enquanto vês tv, ficas novamente com fome. Uma bolachinha transforma-se em três ou quatro, e quando dás por ti já comeste o pacote inteiro. Depois ficas a pensar “o que raio há de errado comigo?”

Bem… na verdade, nada! O teu problema não foi falta de auto controlo, mas sim falta de preparação e de proatividade. Por isso, confere estes 6 passos para teres a certeza que estás  preparado quando os próximos desejos atacarem.

1. Deita-te mais cedo

Muito poucos de nós somos realmente produtivos depois da hora de jantar, por isso existe mesmo a necessidade de ficarmos acordados várias horas depois disso? Se estivermos a dormir, não nos damos literalmente a hipótese de comer demais.

Se achas que não consegues adormecer mais cedo, então essa tem de se tornar uma das tuas prioridade.

Aqui tens algumas maneiras de melhorares os teus hábitos e qualidade de sono:

      • Desenvolve uma rotina consistente para dormir
      • Deixa os aparelhos eletrónicos fora do quarto
      • Certifica-te que o quarto está escuro
      • Mantém o quarto relativamente fresco (18º – 21º)

É importante também referir que o sono adequado também minimiza os desejos no dia seguinte.

2. Come um jantar mais completo

Se ficas com fome 20 min depois de jantar, não é um problema de apetite mas sim da composição da tua refeição. Aumentando significativamente a tua ingestão de proteína e de vegetais, vais ficar saciado por mais tempo

Também tens ainda outra hipótese. Atrasar razoavelmente a tua hora de jantar, que te vai ajudar a não ires para a cama com fome. Tem no entanto ATENÇÃO! comer muito perto da hora de deitar (< 60min), pode afetar negativamente o teu sono.

3. Mantém a comida fora da tua vista

Quando o jantar acabar, fecha a cozinha durante a noite. Se tiveres snacks ou guloseimas á mão, não vais resistir, És humano.

Evita ter comida no balcão, em cima da mesa, em cima do frigorífico, etc. Retira / arruma tudo antes de saíres da cozinha. Se a comida estiver mesmo á tua frente, é natural que a queiras comer por isso evita essa tentação.

4. Opta por snacks baixos em kcal

Teres á mão alimentos menos calóricos pode ser um snack noturno perfeitamente viável.

Podes tentar alguns como:

      • Quark / Skyr / Iogurte Grego 0% gordura
      • Vegetais (mini cenouras, pepino, aipo, etc)
      • Fruta (maçãs, abacaxi, frutos vermelhos)
      • Frutos secos (cajus, amêndoas, amendoins, etc). ATENÇÃO que em caso de objetivo de perda de gordura, vais ter de limitar as porções!
      • Gelatina zero
5. Não dês margem para falhar

Poucos, mesmo muito poucos de nós, temos força de vontade para nos sentarmos no sofá – especialmente á noite – e não sermos tentados a petiscar qualquer coisa.

A solução dolorosamente óbvia mas também a mais ignorada? Parar de trazer essas coisas para casa. Tens que dar a ti próprio uma hipótese de lutar pelo sucesso. É quase impossível manteres-te “na linha” com bolachas, batatas fritas e gelados na dispensa ou no frigorífico.

Obviamente que, de tempos em tempos, também é importante desfrutar destes alimentos, em prol do equilíbrio e da sustentabilidade. Mas deixa esse “de tempos a tempos” fora de casa, vais ver que o ambiente faz toda a diferença.

6. Avalia as causas e sê proativo

Às vezes, comer demais á noite não tem nada a ver com fome. Às vezes é sintoma de um problema maior, como uma dieta muito restrita. Se estiveres por exemplo, a tentar perder gordura eliminando radical e completamente todas as coisas não saudáveis, estás a cometer um erro. Incorporar, de vez em quando e com moderação, os teus snacks / guloseimas preferidos, evitará sentimentos de privação e consequentemente, excessos noturnos.

O teu “comer em excesso tardio” também pode ter uma causa emocional. Se achas que este é o teu caso, é importante desenvolveres a autoconsciência. Se estás a comer por causa de stress ou ansiedade, comer em excesso vai piorar ainda mais esses sentimentos. É importante descobrires o porquê dessa turbulência emocional e substituíres o seu comportamento negativo (excessos) por um comportamento positivo (exercício, meditação, leitura, etc).

Mas lembra-te… 

Se escorregares, perdoa-te rapidamente e volta ao trabalho. Uma vez esporádica não afetará o teu progresso a longo prazo. O que afetará o teu progresso geral, é permitires que um erro se transforme em dois, três, quatro, etc.  A perda de gordura não requer perfeição, requer CONSISTÊNCIA!

 

Segue estes passos para evitar o excesso de refeições noturnas, mas quando isso acontecer não stresses. Basta voltares á rotina na manhã seguinte e ficarás bem.

 

 

 

Add Your Comment

Translate »